Do Coração do Bispo

Crescendo nas Lutas

Enfermidade não é a Palavra Final

Bispo Anderson Caleb

Considerações sobre nosso momento:

1. Louvo a Deus pelas provas que eu e Lucimar passamos, percebo que o testemunho dela, e é claro, o meu também ao lado dela, tem encorajado muitos irmãos a enfrentarem suas lutas diárias, como Paulo discerniu:

“também a maior parte dos irmãos no Senhor, animados pelas minhas prisões, são muito mais corajosos para falar sem temor a palavra de Deus”
Filipenses 1.14

2. O Salmo 124 tem sido realidade em nossas vidas. As provações nos fazem perceber as tangíveis intervenções de Deus que sempre está ao nosso lado. Não nos sentimos sozinhos. Deus está conosco.

“Se não fora o Senhor, que esteve ao nosso lado, ora diga Israel.”
Salmo 124.1

3. Temos aprendido lições preciosas em nossas lutas contra as enfermidades:

Algumas lições discernidas:

a) Existe um poder e Presença especial sobre o crente que sofre, maior do que sobre quem não sofre.
Isaías 43.1-3. ” Quando passares…”
Deus fica mais real, mais próximo, mais vivo. Sentimos que Deus se aproxima mais e que nós nos aproximamos mais Dele.

b) O casamento não acaba e nem a alegria de estar juntos. É incrível, mas parece que a dor aumenta nosso amor um pelo outro. Estamos muito mais unidos. Sentimos que somos mesmo uma só carne e valorizamos mais os momentos juntos.

c) Surgem os amigos mais chegados que um irmão, aqueles que se importam, ligam, oram, jejuam, mesmo sem nós os pedirmos. Que ultrapassam as formalidades, o costumeiro. Que surpreendem. Obrigado irmãos-amigos.

“O amigo ama em todo o tempo; e na angústia nasce o irmão.”
Pv 17.17

d) Médicos são muito importantes, são instrumentos de Deus para a vida. Somos gratos aos médicos que Deus colocou em nosso caminho. Precisamos orar mais pelos médicos, dizer obrigado, reconhecer sua dedicação. Mesmo sem saberem são instrumentos divinos na vida das pessoas. Obrigado médicos e médicas!

e) A Igreja é fundamental, que seria de nós, o que será de uma pessoa que não tem uma igreja, um grupo de irmãos para dar apoio espiritual. Louvo a Deus por ser de sua Igreja. Muito pode a oração da Igreja!! Somos provas vivas do poder intercessor da Igreja! Obrigado Bispos, pastores, missionárias, presbíteros, diáconos , irmãos e irmãs.

Tiago 5.16

f) Família é sagrado. Família é cura é bálsamo, é alento é presença fundamental. Mãe, Pai, irmãos, cônjuges, sogra, sim, são quase insubstituíveis. Obrigado família!

3. Percebo também como é importante crer na Cura Divina. Mesmo quando você não é curado. Não é curado? Isso não existe! Todos somos sempre curados. Lucimar e eu temos sido curados. Deus cura o corpo, mas também a Alma. Cura-nos do medo, da angústia, da ansiedade, do desespero e da incredulidade. Sim um enfermo cristão que recebe oração é totalmente diferente de quem não recebe. O processo da cura se instala no enfermo cristão e as vezes ele morre doente, porem curado!

Aliás por falar em cura, quando a gente lida com a doença damos mais valor a cura!

Queremos a cura física? Sim, claro!

Todavia,
Como temos crescido e amadurecido em nossas lutas!

Deus seja louvado por elas!!!

Fico por aqui hoje!

Bispo Anderson Caleb e Lucimar

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Além disso, verifique

Close
Close