Do Coração do Bispo

Igreja visível.

IGREJA VISÍVEL

Visibilidade como Missão.
Sua igreja é visível ou  invisível?

Bispo Anderson Caleb

Algumas denominações e Igrejas locais evangélicas, principalmente entre as históricas e tradicionais, são quase invisíveis, penso até que muitas são invisíveis mesmo.
Não estão em um local de visibilidade, são de difícil acesso, não possuem site, Facebook, e-mail, e nem uma placa legível na frente. Suas fachadas não possuem cor e não são pintadas a anos; não saem às ruas, não interagem com a comunidade e vivem mais fechadas do que abertas.

Entretanto, a visibilidade da igreja é assunto sério pra Jesus. É uma das metas da Primeira Região. É tema consistentemente bíblico e coerente com a missão.

ALGUNS TEXTOS INICIAIS

“Então o Senhor me respondeu , e disse: Escreve a visão e torna-se bem legível sobre tábuas, para que a possa ler quem passa correndo.
(Habacuque, 2.2)

“Ninguém, pois, acende uma candeia e a cobre com algum vaso, ou a põe debaixo da cama; mas põe-na no velador, para que os que entram vejam a luz.”
(Lucas, 8.16).

“Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte;
nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa.
Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.
(Mateus, 5. 14-16)

Somos chamados de luz do mundo, ou seja, nossa ética, mensagem,
caráter, santidade são para serem vistos, precisam encontrar visibilidade.

O cristianismo não é um caminho oculto, não é para os predestinados e iniciados,  que serão atraídos ao “esconderijo do Altíssimo” quer queiram ou não queiram.
Faz parte da missão a visibilidade da igreja. Inclusive dos templos.

JESUS E SUA OPÇÃO POR UM MINISTÉRIO VISÍVEL.

Jesus optou pela visibilidade:

1. Uma estrela anunciou seu nascimento numa manjedoura, que ficava do  lado de fora de uma casa ou hospedaria;
2. Pregou em montanhas, praias, sinagogas, ruas, casas,  morreu publicamente numa cruz;
3.  Ascendeu ao céu , ou apareceu ressurreto na presença de mais de  quinhentas pessoas. I Coríntios 16.6.

OS APÓSTOLOS E A OPÇÃO DA IGREJA PRIMITIVA PELA VISIBILIDADE.

1. O primeiro sermão em Atos 2 foi ao ar livre, uma invasão na festa de pentecostes;
2. Pedro e João frequentaram o templo, oravam na hora nona. Pregavam e curavam enfermos em público. No templo e de casa em cada eram seu estilo.
3. Viagens missionárias anunciavam e davam visibilidade à igreja e ao ministério.
4. A igreja caía na graça do povo que assistia , via e ouvia a mensagem em toda a parte. Era notada pela comunidade . Era visível.

NEM A  PERSEGUIÇÃO CONSEGUIU ESCONDER A IGREJA.

Nas eras de perseguição a igreja continuou a se reunir, congregar, e declarar que Jesus Cristo era o Senhor. Desta vez não locais públicos por proibição do Estado. Todavia a Palavra não estava presa. A prova disso foi sua coragem de morrer pelo evangelho em espetáculos públicos no Coliseu. Mártires enfrentaram leões, gladiadores e a espada de Roma publicamente. Roma não conseguiu esconder a verdadeira Igreja. Ao derramar o sangue dos mártires dava visibilidade à igreja e adubava seu crescimento. Afinal aquele testemunho visível de de fé e audácia  impactava a todos.

LUTERO E A REFORMA  RESGATAM A VISIBILIDADE DO EVANGELHO.

Nesses 500 anos da Reforma Protestante deve-se reconhecer o resgate da publicidade e da visibilidade da Bíblia, da mensagem Evangélica, do protesto cristão.
Ao optar pelas portas da Igreja do Castelo de Wittenberg na Alemanha,  Lutero deu visibilidade às sua 95 teses em um lugar extremamente publico e popular.

CONCLUSÃO

Parece que algumas denominações e Igrejas locais entenderam isso, mas outras não. Insistem em construir ou alugar templos em locais sem visibilidade e de difícil acesso.
São tímidas na evangelização, mantém seus templos ociosos e fechados na maioria dos dias da semana, esqueceram de trocar a placa, ampliar, refazer , não possuem rampas de acesso a deficientes, não realizam cultos nas praças mais , não usam as redes sociais,  se trancaram nas quatro paredes.

Amados a Jesus, a Bíblia, a história, os mártires, a Reforma e o Espírito Santo clamam para que saibamos das quatro paredes.

Faça algo. Não se contente só em ler este artigo.
Quem sabe:

Replantar a igreja;
Criar um site atrativo;
Anunciar na Rádio da cidade;
Fazer uma placa maior e mais visível da igreja;
Procurar um lugar melhor;
Voltar às praças, feiras, centros comerciais e pregar com criatividade;
Utilizar outdoors, não é tão caro assim;
Abrir o templo todo dia;
Cursos, ginástica gospel, artesanato,
Seja criativo.

Ser uma Igreja visível.
Nossa meta, nossa Missão.

Bispo Anderson Caleb.

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Além disso, verifique

Close
Close